RELAÇÕES ENTRE VIZINHANÇA, EXPECTATIVAS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS INTRAESCOLARES.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/21787476.2021.36.6587

Palavras-chave:

sociologia da educação, efeito vizinhança, expectativas institucionais, práticas intraescolares.

Resumo

RESUMO: Essa pesquisa soma-se aos estudos no campo da Sociologia da Educação que buscam compreender as possíveis desigualdades no processo de ensino-aprendizagem de alunos em territórios com alta concentração de pobreza (ALVES, FRANCO, RIBEIRO, 2008). Teve-se por objetivo investigar as expectativas de gestores e professores sobre a aprendizagem dos alunos. A pesquisa foi realizada em quatro escolas da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro, localizadas em um território contíguo de concentração de pobreza, na Zona Norte deste município. A metodologia inseriu-se no campo da pesquisa qualitativa, comportando entrevistas semiestruturadas com gestores e professores, observação de aulas e observação do quarto Conselho de Classe de uma das escolas participantes. Os resultados apontaram para associação entre as expectativas de gestores e professores sobre a continuidade de escolarização dos alunos com as percepções que esses profissionais apresentaram em relação ao local de moradia dos estudantes.  

Biografia do Autor

Regina Lucia Fernandes Albuquerque, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 
Professora da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Contato: albuquerquerlf@gmail.com ORCID: 0000-0001-9240-6144 

Referências

ALVES, F.; FRANCO, F. C.; RIBEIRO, L. C. Q. Segregação Residencial e Desigualdade Escolar no Rio de Janeiro. In: RIBEIRO, L. C. Q.; KAZTMAN (orgs.) A cidade contra a escola?: Segregação urbana e desigualdades educacionais em grandes cidades da América Latina. Rio de Janeiro: Letra Capital; Montevidéu: Ippes, 2008. p. 91-118.

BECKER, Howrad. S. Outsiders: estudos de sociologia do desvio. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BROOKE, Nigel e SOARES, José Francisco (orgs). Pesquisa em Eficácia Escolar: origens e trajetórias. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

CHRISTOVÃO, A. C. A vizinhança importa: desigualdades e educação no Morro do Cantagalo, 128f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional). IPPUR, UFRJ, 2009.

GALSTER, George C. & KILLEN, Sean P. The Geography of Metropolitan Opportunity: a reconnaissance and conceptual framework. IN: Housing Policy Debate. Fannie Mae, vol 6, issue 1, 1995, p 7-43. Disponível em: https://www.innovations.harvard.edu/sites/default/files/hpd_0601_galster2.pdf. Acesso em: 29/03/2020.

GAMORAN, A. An Organizational Analysis of the Effects of Ability Grouping. American Educational Research Journal, v.32, n.4, 1995, p.687-715. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/1163331?seq=1. Acesso em 25/01/2020.

GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Rio de Janeiro: LTC, 1988.

GASKELL, G; BAUER, M. W. Para uma prestação de contas públicas: além da amostra, da fidedignidade e da validade. In: Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som: um manual prático. 7 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, , 2008, p 470-490.

JENCKS, C.; MAYER, S. Residential Segregation, Job Proximity, and Black Job Opportunities. In: LYNN, L. E. ; McGEARY, M. G. H. (eds) Inner-City Poverty in the United States. Washington, D. C.: National Academy Press, 1990.

KOSLINSKI, M. C., LASMAR, C. e ALVES, F. Observatório educação e cidade: algumas hipóteses sobre a relação território e oportunidades educacionais. Revista Eletrônica de estudos urbanos e regionais, n.8, ano 3, março de 2012, p 8-20. Disponível em: http://emetropolis.net/system/edicoes/arquivo_pdfs/000/000/009/original/emetropolis_n08.pdf?1447896327. Acesso em: 29/03/2020.

PAULA, Gustavo Bruno de e NOGUEIRA, Maria Alice. Desigualdades socioespaciais e escolhas escolares. In: Educação- Revista do Centro de Educação da UFSM, v. 43, n 1, jan/março 2018, p 55-74. Disponível em:https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/30037/pdf. Acesso em: 29/03/2020.

RIST, RAY C. Student Social Class and Teacher Expectations: the self-fulfilling prophecy in guetto education. In: Harvard Educacional Review. Vol 40, n°3, August, 1970, p 411-451.

___________. On Understanding the Process of Schooling: Contributions of Labeling Theory. In J. Karabel, & A. H. Halsey (Eds.), Power and Ideology in Education. New York: Oxford University Press, 1977, p 292-305.

ROSENTHAL, R. & JACOBSON. Pygmalion in the classroom: teacher expectation and pupils’ intellectual development. New York: Holt, Rinehart and Winston, Inc, 1968.

SÁ EARP, Maria de Lourdes. A cultura da repetência em escolas cariocas. Ensaio: aval.pol.publi.educ. Educ., Rio de Janeiro, v. 17, n. 65, out./dez, 2009 p. 613-632. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v17n65/v17n65a4.pdf. Acesso em: 29/03/2020.

SILVA, Roberta Lemos Gadelha da. A Maré e seus complexos: desvelando o micro território da Favela MacLaren. Orientadora: Joviana Quintes Avanci. Coorientadora: Renata Pesce Dissertação (Mestrado) – Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2016.

SIROTA, Régine. A escola Primária no Cotidiano. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

SMALL, M. L. Villa Victoria: the transformation of social capital in a Boston barrio. University of Chicago Press, 2002.

SMALL, L.M.; NEWMAN, E. Urban poverty after the truly disadvantaged: the rediscovery of family, neighborhood, and culture. Annual Review of Sociology, Palo Alto, v. 27, 2001 p. 23-45.

VALLADARES, Licia do Prado. A gênese da favela carioca: a produção anterior as Ciências Sociais. Revista Brasileira de Ciências Sociais v15, n 44, 2000, p 05-34.

_________________________. A invenção da favela: do mito de origem à favela.com. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

WILSON, W. The Truly Disadvantagement. Chicago e Londres: The University of Chicago Press, 1987.

ZUCCARELLI, Carolina. A cidade contra a escola? Segregação urbana e desigualdades educacionais em grandes cidades da América Latina. Revista Eure, Vol. XXXVI, n° 108, agosto 2010, p 161-164. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0250-71612010000200009. Acesso em: 29/032020.

Downloads

Publicado

19/07/2022

Como Citar

Albuquerque, R. L. F. (2022). RELAÇÕES ENTRE VIZINHANÇA, EXPECTATIVAS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS INTRAESCOLARES. Revista Da Faculdade De Educação, 36(2), 65–87. https://doi.org/10.30681/21787476.2021.36.6587

Edição

Seção

ARTIGO