O ensino em tempo integral e o contexto pós-pandemia: desafios de implementação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/21787476.2023.E392301

Palavras-chave:

ensino, educação integral, desafios, pós-pandemia da COVID-19

Resumo

O ensino em tempo integral consiste na maximização da jornada escolar, de modo que há a inserção de atividades complementares. Tendo como objetivo promover a aprendizagem do aluno, bem como contribuir para sua formação enquanto cidadão inserido em uma sociedade por intermédio de atividades complementares e extraclasse. Problematiza-se: quais os desafios que permeiam a implantação do ensino integral no contexto pós-pandemia? O objetivo é analisar os desafios da implantação do ensino em tempo integral no contexto pós-pandemia da COVID-19. Trata-se de um estudo exploratório e qualitativo, em que foram utilizados os procedimentos técnicos de pesquisa bibliográfica e documental e o método de abordagem dedutivo. A relevância do ensino em tempo integral é promover novas experiências aos seus alunos, produtivas para seu desenvolvimento como indivíduo e como cidadão. Todavia, a pandemia da COVID-19 impactou diretamente na implantação do ensino integral, que se dificultou o que já era abstruso, trazendo novos desafios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Acácia De Carvalho Monteiro Leite, Universidade Vale do Rio Doce

 Mestranda do Curso de Mestrado em Gestão Integrada do Território/GIT
da Universidade Vale do Rio Doce

E-mail acacia.leite@univale.br

Água Doce do Norte – ES. Brasil.

ORCID https://orcid.org/0009-0005-9133-8852.

Marileny Boechat Frauches Brandão, Universidade Vale do Rio Doce

Professora do Mestrado em Gestão Integrada do Território/GIT
da Universidade Vale do Rio Doce

E-mail marileny.brandao@univale.br

Governador Valadares – MG. Brasil.

https://orcid.org/0000-0002-3188-8319

Élida Laurindo de Sousa , Universidade Vale do Rio Doce

Mestranda do Curso de Mestrado em Gestão Integrada do Território/GIT da
Universidade Vale do Rio Doce

E-mail elida.sousa@univale.br

Água Doce do Norte – ES. Brasil.

ORCID https://orcid.org/0009-0001-2205-0311.

Referências

ALCÂNTARA, Wiara. Escola e cultura escolar durante e pós-pandemia: Caminhos para reflexão. Prometeica - Revista de Filosofia e Ciências, [S. l.], n. 24, p. 169–181, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unifesp.br/index.php/prometeica/article/view/12952. Acesso em: 4 jun. 2022.

ARAUJO, Antônio Joceli de Araújo de. A implementação da educação em tempo integral: reflexões sobre o que pensam os estudantes de uma escola de Ensino Médio em Tempo Integral do Ceará. Dissertação (Mestrado profissional). Universidade Federal de Juiz de Fora. Faculdade de Educação/CAEd. Programa de Pós-Graduação em Gestão e Avaliação da Educação Pública, 2020, 226 f.

AZEVEDO, Nair Correia Salgado; BETTI, Mauro. Escola de tempo integral e ludicidade: os pontos de vista de alunos do 1º ano do ensino fundamental. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. 2014, v. 95, n. 240, p. 255-275. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/39WZQXNBmJzTbdFrbzGYdLG/abstract/?lang=pt#. Acesso em: 28 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CP Nº: 5/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília: Conselho Nacional de Educação, 2020. Disponível em: http://portal. mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco- -2020-pdf&Itemid=30192. Acesso em 11 jun. 2020

CABRAL, Sabrina Alves Boldrini; RUAS, Thatiane Santos. O direito à educação em tempos de pandemia da COVID – 19: acessibilidade, disponibilidade e adaptabilidade ao ensino remoto. SAPIENS - Revista de divulgação Científica, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 148 158, 2021. Disponível em: https://revista.uemg.br/index.php/sps/article/view/5830. Acesso em: 4 jun. 2022.

COELHO, Ligia Martha Coimbra. Formação continuada do professor e tempo integral: uma parceria estratégica na construção da educação integral. In: COELHO, Ligia Martha Coimbra; CAVALIERE, Ana Maria Villela (Org.). Educação brasileira e(m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. p. 133-146.

CUNHA, Leonardo Ferreira Farias da; SILVA, Alcineia de Souza; SILVA, Aurênio Pereira da. O ensino remoto no Brasil em tempos de pandemia: diálogos acerca da qualidade e do direito e acesso à educação. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, Brasília, v. 7, n. 3, p. 27-37, ago. 2020. Disponível em: http://www.periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/924. Acesso em: 03 fev. 2021.

DIB, Marlene Aparecida Barchi. O programa escola de tempo integral na região de assis: implicações para a qualidade do ensino. Marília, 2010. 207 p. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Campus de Marília, Universidade Estadual Paulista.

GARCIA, Allinne Rizzie Coelho Oliveira. Acesso à justiça Impactos das resoluções do Conselho Nacional De Justiça neste período de pandemia. 2020. 111 f. Dissertação (Mestrado em Direito Constitucional) – Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa, Brasília, 2020. Disponível em: http://191.232.186.80/handle/123456789/2858. Acesso em: 31 maio 2022.

GONÇALVES, Antônio Sérgio. Reflexões sobre educação integral e escola de tempo integral. Cadernos Cenpec | Nova série, v. 1, n. 2, aug. 2006. ISSN 2237-9983. Disponível em: https://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/136/168. Acesso em: 04 jun. 2022.

GUEDES, Marilde Queiroz; ROSA, Eliara Marli; ANJOS, Ana Paula Souza do Prado. Gestão escolar: novos desafios e perspectivas frente à pandemia. Humanidades & Inovação, v. 8, n. 61, p. 130-144, 2021.

LECLERC, Gesuína de Fátima Elias; MOLL, Jaqueline. Programa Mais Educação: avanços e desafios para uma estratégia indutora da Educação Integral e em tempo integral. Educar em revista, n. 45, p. 91-110, 2012.

MENEZES, Janaina SS. Educação em tempo integral: direito e financiamento. Educar em revista, n. 45, p. 137-152, 2012.

MIRANDA, Marilia Gouvea; SANTOS, Soraya Vieira. Propostas de tempo integral: a que se destina a ampliação do tempo escolar? Perspectiva, v. 30, n. 3, p. 1073-1098, 2012.

MORI, Katia Regina Gonçalves; FRANCO, Monica Gardelli. Tecnologias, currículo, solidariedade: o futuro da educação pós pandemia. Revista Educação-UNG-Ser, v. 16, n. 3, p. 80-90, 2021.

MOTA, Silvia Maria Coelho. Escola de Tempo integral: da concepção à prática. 2008. 292 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Formação) - Universidade Católica de Santos, Santos, 2008.

SANTOS, Helena Maria Felício dos. Análise curricular da escola de tempo integral na perspectiva da educação integral. Revista e-curriculum, v. 8, n. 1, 2012.

Downloads

Publicado

2023-07-28

Como Citar

DE CARVALHO MONTEIRO LEITE, Acácia; BOECHAT FRAUCHES BRANDÃO, Marileny; LAURINDO DE SOUSA , Élida. O ensino em tempo integral e o contexto pós-pandemia: desafios de implementação. Revista da Faculdade de Educação, [S. l.], v. 39, n. 1, p. e392301, 2023. DOI: 10.30681/21787476.2023.E392301. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/11033. Acesso em: 27 fev. 2024.