NAÇÃO BRASIL: UMA VIAGEM EXPLORATÓRIA SOBRE OS DILEMAS DO BRASIL E DA EDUCAÇÃO

Autores

  • Edna Luzia Almeida Sampaio

Palavras-chave:

Brasil, Estado, Educação.

Resumo

O presente artigo discute as diferentes perspectivas teóricas quanto à suposta dualidade no desenvolvimento do Brasil. Assume a posição indicada por Francisco Oliveira, de que a dualidade não se constitui em anomalia do capitalismo brasileiro. É, na verdade, funcional e complementar à reprodução econômica, um modo peculiar de capitalismo tropical. Uma síntese que mistura modernidade e atraso como partes de um mesmo processo. Essa aparente contradição marca também toda a trajetória do desenvolvimento da educação pública no país. A partir da independência de Portugal, as elites dirigentes elegem a educação como instrumento a serviço da construção do projeto de Nação. Deste ponto de vista, a educação escolar é vista como o amálgama necessário à identidade de uma nação ainda sem povo. Os rumos tomados pela escola não se distanciam daqueles tomados pela nação: um projeto ainda inacabado e desde o início marcado por profundas desigualdades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

DURKHEIM , E. Educação e sociologia. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

FERNANADES, Florestan. A revolução burguesa no Brasil. Ensaio de interpretação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

LEITE, Vera Lúcia Marques. Escola única ou escola comum? Cuiabá: EdUFMT, 1998.

M ARTINS, José de Souza. O poder do atraso. Ensaios de sociologia da história lenta. São Paulo: HUCITEC, 1994.

MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. Manifesto do partido comunista. Petrópolis: Vozes, 1999.

NETO, Odorico Ferreira Cardoso. Dissensos no consenso. A democratização na escola pública em Mato Grosso.Cuiabá: EdUFMT, 2004.

NOSELLA, Paolo. A escola brasileira no final de século: um balanço, in: FRIGOTTO, Gaudêncio (Org.). Educação e trabalho: perspectiva de final de século. Petrópolis: Vozes, 1998.

OLIVEIRA, Francisco. Crítica à razão dualista: o ornitorrinco. São Paulo: Boitempo, 2003.

SIQUEIRA, Elizabeth Madureira. Luzes e sombra. Modernidade e educação pública em Mato Grosso (1870-1889). Cuiabá: INPE/COMPED/EdUFMT, 2000.

TOCQUEVILLE, Alex de. A democracia na América. Leis e costumes. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Downloads

Publicado

2019-09-26

Como Citar

SAMPAIO, Edna Luzia Almeida. NAÇÃO BRASIL: UMA VIAGEM EXPLORATÓRIA SOBRE OS DILEMAS DO BRASIL E DA EDUCAÇÃO. Revista da Faculdade de Educação, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 35–54, 2019. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/3592. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGO

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.