SEXUALIDADE INFANTIL E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES(AS) NO BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/21787476.2021.36.3963

Palavras-chave:

sexualidade infantil, formação de professores, educação sexual, Grounded Theory.

Resumo

Este artigo é um estudo sobre a sexualidade infantil desenvolvido a partir da metodologia Grounded Theory. O objetivo é apresentar a teorização da sexualidade infantil e como se encaminham à formação de professores para a educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental. Os conteúdos principais do artigo são, em primeiro lugar, a investigação de doutorado em que foi realizada uma teorização sobre a sexualidade infantil; em segundo, a organização de propostas para a formação de professores na temática. As implicações da investigação são contribuições à educação sexual e à formação de professores, sobretudo, na consideração da sexualidade de crianças pequenas como aspecto de seu desenvolvimento “biopsicossexossocial”.

Biografia do Autor

CLAUDIONOR Renato da SILVA, Universidade Federal de Jataí - UFJ

Doutor em Educação Escolar pela UNESP/FCLar. Pedagogo e Licenciado em Matemática. Docente do Curso de Pedagogia da UFJ (Universidade Federal de Jataí) e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFJ (PPGE/UFJ). Líder do NuEPFES (Núcleo de Estudos, Pesquisas e Formação em Educação Sexual).

Ana Claudia BORTOLOZZI, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" UNESP BAURU. Líder do GEPESEC

Doutora em Educação Escolar, Psicóloga. Docente da Faculdade de Ciências de Bauru - UNESP. Curso de Psicologia e Programa de Pós-Graduação em Psicologia: Departamento de Psicologia. Líder do GEPSEC (Grupo de Estudos e Pesquisas em Sexualidade, Educação e Cultura) na UNESP BAURU.

Lázara Christina Assis CABRAL, Universidade Federa de Jataí - UFJ.

Graduanda em Pedagogia. Membra do NuEPFES - Núcleo de Estudos, Pesquisas e Formação em Educação Sexual. Pesquisadora de Iniciação Científica.

Referências

CIAFFONE, A. C. R. ; GESSER, M. Integração Saúde e Educação: contribuições da Psicologia para a Formação de Educadores de uma Creche em Sexualidade Infantil. Psicologia: ciência e profissão, v. 34, nº 3, jul./set., 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-98932014000300774&script=sci_abstract&tlng=pt >. Acesso em: 04 maio 2021.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano 1: as artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1998.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano 2: morar, cozinhar. Petrópolis: Vozes, 1996.

CHARMAZ, K. A construção da teoria fundamentada: guia prático para análise qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

COSTA, T. Psicanálise com crianças. 3.ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

FREUD, S. Cinco lições de psicanálise, Leonardo da Vinci e outros trabalhos. (1910). Volume XI. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996 a.

FREUD, S. O mal-estar na civilização, Novas Conferências Introdutórias e outros textos. Obras Completas. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

FREUD, S. Totem e Tabu e outros trabalhos. (1913-1014). Volume XIII. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição Standart Brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996 b.

FREUD, S. Um caso de histeria, Três ensaios sobre a teoria da sexualidade e outros trabalhos. Volume VII (1901-1905). Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996 c.

LAJONQUIÈRE, L. de. Infância e ilusão (psico) pedagógica. Escritos de psicanálise e educação. 4.ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

MAIA, A.C. B.; SPAZIANI, R.B. Manifestações da sexualidade infantil: percepção de pais e professoras de crianças de 0 a 6 anos. Linhas, v.11, nº 01, pp. 68-84, 2010. Disponível em: < http://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/2017 >. Acesso em: 04 maio 2021.

MELO, S. M. M. O invólucro perfeito: paradigmas de corporeidade e formação de educadores. In: RIBEIRO, P.R.M. Sexualidade e educação: Aproximações necessárias. São Paulo: Arte e Ciência, 2004.

RIOS, A. M. F. M. Violência infantil: evidências em crimes sexuais contra crianças. 2014, 98f . Dissertação (Mestrado em Psicologia). Programa de Pós-graduação em Psicologia. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Porto Alegre (RS), 2014.

SILVA, C.R. Proposta teórico-interpretativa em sexualidade infantil: contribuição à educação sexual a partir da Grounded Theory. 2015. 341f. Tese (Doutorado em Educação Escolar). Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, FCLar, Araraquara (SP), 2015.

SILVA, C.R. Grounded Theory: a abordagem construtivista para pesquisas em Educação Sexual no Brasil. Goiânia (GO): Espaço Acadêmico, 2019.

SILVA, C.R. Oficina em Educação Sexual (ofSex): aspectos teórico-metodológicos e uma definição. Revista de Estudios y Experiencias en Educación, v. 19, n.º 40, agosto, 2020a, pp. 213-233. Disponível em: < https://scielo.conicyt.cl/pdf/rexe/v19n40/0718-5162-rexe-19-40-213.pdf >. Acesso em 04 de maio de 2021.

SILVA, C.R. Educação Sexual I: gnosiologia, CT&i, Alfabetização Científica. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2020 b.

SILVA, D.R. Q. da. ; BERTUOL, B. Novos olhares para as pedagogias de gênero na educação infantil. Revista Contrapontos - Eletrônica, v. 14, nº 3, set./dez., p. 448-463, 2014. Disponível em: < https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/5019/pdf_46 >. Acesso em: 04 maio 2021.

Downloads

Publicado

19/07/2022

Como Citar

SILVA, C. R. da, BORTOLOZZI, A. C., & CABRAL, L. C. A. (2022). SEXUALIDADE INFANTIL E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES(AS) NO BRASIL. Revista Da Faculdade De Educação, 36(2), 39–63. https://doi.org/10.30681/21787476.2021.36.3963

Edição

Seção

ARTIGO