A PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA DO BACHAREL DOCENTE NA GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/21787476.2021.35.113134

Palavras-chave:

Pedagogia universitária, Docência na educação superior, Bacharel docente.

Resumo

A pesquisa da qual se originou este artigo teve como objetivo principal compreender o modo com que a formação do bacharel docente do curso de Ciências Contábeis (BDCC) de uma universidade pública do estado de Mato Grosso e as atividades docentes desenvolvidas no curso contribuem para a pedagogia universitária. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. Os instrumentos de coleta de dados foram: questionário de caracterização e entrevista semiestruturada. Os sujeitos foram sete docentes efetivos, selecionados a partir de critérios definidos. Os dados revelaram que os BDCC estão em constante formação nas áreas específicas, buscando inovações e melhorias de suas práticas educativas. Referente às atividades desenvolvidas, o ensino recebeu maior destaque, ficando em segundo lugar a extensão, por lhes proporcionar satisfação e considerá-la uma prestação de serviços à comunidade e, por último, constatou-se que a atividade de pesquisa é desenvolvida de maneira periférica pelos sujeitos.

Biografia do Autor

Tatiana Rosa Carvalho Ribeiro, - UNEMAT, Cáceres/MT, Brasil.

Mestra Em Educação Profissional Técnica da Educação Superior – Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) Cáceres, Mato Grosso, Brasil.

Loriége Pessoa Bitencourt, UNEMAT, MT

Doutora em Educação. Professora da Educação Superior – Universidade do Estado de Mato (UNEMAT) Cáceres, Mato Grosso, Brasil. 

Referências

ANDERE, Maira Assaf. Aspectos da formação do professor de ensino superior de Ciências Contábeis: uma análise dos programas de pós-graduação. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo - USP, Ribeirão Preto-SP, 2007.

ANDERE, Maira Assaf; ARAÚJO, Adriana Maria Procópio de. Aspectos da formação do professor de ensino superior de Ciências Contábeis: uma análise dos programas de pós-graduação. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 19, n. 48, 2008. p. 91-102.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2006.

BEHRENS, Marilda Aparecida. Docência universitária: formação ou improvisação? Revista Educação, Santa Maria, v. 36, n. 3, p. 441-454, set/dez., 2011.

BITENCOURT, Loriége Pessoa. Pedagogia Universitária potencializada no diálogo reflexivo sobre educação matemática: quando três gerações de educadores se encontram. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação. UFRGS, Porto Alegre, RS, 2014.

BITENCOURT, Loriége Pessoa. Aprendizagem da docência do professor formador de educadores matemáticos. Curitiba: CRV. 2017.

BITENCOURT, Loriége Pessoa; ZART, Laudemir Luiz. Os educadores na educação do campo e suas condições de trabalho docente. Revista Brasileira de Educação do Campo, v. 2, n.1 jan/junho, 2017. p. 252-274,

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari K. Investigação qualitativa em educação. Uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto. 1994.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996: Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, (1996). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em: 22 set. 2014.

BRASIL. Censo da educação superior. Notas Estatísticas – INEP, 2016. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2016/notas_sobre_o_censo_da_educacao_superior_2016.pdf>. Acesso em: 09 nov. 2017.

COIMBRA, Camila Lima; FELÍCIO, Helena Maria dos Santos. A formação do docente universitário: estatuto legal, políticas e perspectivas atuais. In: ABRAMOWICZ, Mere et. al. A construção do saber docente por bacharéis no ensino superior: desafios de uma formação/organização. Curitiba: CRV. 2015.

COUTO, Ligia Paula. A Pedagogia Universitária nas propostas inovadoras de universidades brasileiras: por uma cultura da docência e construção da identidade docente. 188f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação. Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. 2013.

CUNHA, Maria Isabel da. Docência na universidade, cultura e avaliação institucional: saberes silenciados em questão. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 32, UNISINOS. 2006.

CUNHA, Maria Isabel da. O bom professor e sua prática. 6ª ed. Campinas: Papirus. 1996.

CUNHA, Maria Isabel da. Trajetórias e Lugares de Formação da Docência Universitária: da perspectiva individual ao espaço institucional. Araraquara: Junqueira&Marin: Brasília - DF: CAPES: CNPq. 2010.

FERREIRA, Marcelo Marchine. Docência no Ensino Superior: aprendendo a ser professor de contabilidade. 2015. 168f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação. UFSCAR. São Carlos-SP. 2015.

FONSECA, João José Saraiva. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC. 2002.

FRANCO, Maria Estela Dal Pai; KRAHE, Elizabeth D.. Pedagogia Universitária na UFRGS: espaços de construção. In: MOROSINI, Marilia Costa et al.. Enciclopédia Universitária. Porto Alegre: FAPERGS/RIES. 2003.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

GONÇALVES, Rosilene Nogueira; GASPARIN, João Luiz. Formação Pedagógica do profissional bacharel em Ciências Contábeis e sua ação docente do ensino superior. Seminário de Pesquisa do PPE. Maringá. 2013.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 3ª ed. São Paulo: Cortez. 2002.

ISAIA, Silva Maria de Aguiar. Desafios à docência superior: pressupostos a considerar. In: RISTOFF, Dilvo.; SEVEGANANI, Palmira. Docência na Educação Superior, Brasília, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais “Anísio Teixeira”, v. 5. 2006.

LAFFIN, Marcos. De Contador a professor: a trajetória da docência no ensino superior de contabilidade. 203f. 2002. Tese (Doutorado). Faculdade de Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Florianópolis-SC. 2002.

LAPINI. Vivian Carolina. Panorama da formação do professor em Ciências Contábeis pelos cursos stricto sensu no Brasil. 2012. 78f. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo - USP, Ribeirão Preto-SP, 2012.

LEITE, Denise Bailarine C. Pedagogia Universitária (verbete). In: MOROSINI, M. (Eds.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária – Glossário. Brasília: INEP. 2006.

LÜDKE, Marli; ANDRÉ, Menga. A pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU. 1986.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto. 1999.

MOROSINI, Marilia. Professor do Ensino Superior: identidade, docência e formação. Org. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. 2000.

NOSSA, Valcemiro. Ensino da Contabilidade no Brasil: uma análise crítica da Formação do Corpo Docente. USP: São Paulo. 1999.

NÓVOA, Antonio. O regresso dos professores. Pinhais: Melo. 2011.

PACHANE, Graziela Giusti. Formação de Professores para a docência universitária no Brasil: uma introdução histórica. Aprender. Cad. de Filosofia e Psic. da Educação, Ano VII – n. 12, Vitória da Conquista/BA. 2009.

PIMENTA, Selma Guarrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez, 2002.

PIMENTA, Selma Guarrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez. 2008.

RIBEIRO, Tatiana Rosa Carvalho. A Pedagogia Universitária do Bacharel Docente no Curso de Ciências Contábeis: ênfase na Formação e Atividades na Docência. 2018. 169 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico). Curso de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação, Faculdade de Educação e Linguagem, Câmpus de Cáceres, Universidade do Estado de Mato Grosso, 2018.

ROVEDA, Patricia de Oliveira; MIOLO, Silvana Basso. (2017). Formação Docente para o ensino superior e as estratégias de ensino-aprendizagem de professores licenciados e bacharéis. In: BRANCHE, Vandoir Roberto; OLIVEIRA, Valeska Fortes de. (Orgs.). Formação de Professores em tempos de incertezas: imaginários, narrativas e processos autoformadores. Jundiaí: Paco Editorial, 2017. p. 71-91.

SAVIANI, Dermeval. Educação em diálogo. Campinas: Autores Associados. 2011.

SLOMSKI, Vilma Geni et al. Saberes que fundamentam a prática pedagógica do professor de ciências contábeis. São Paulo: FEA/USP. 2008.

SOARES, Sandra Regina; CUNHA, Maria Isabel da. Formação do Professor: a docência universitária em busca de legitimidade. Salsoavador. EDUFBA. 2010.

SOUZA, J. A. e; MENDONÇA, D. J. Considerações sobre formação pedagógica de docentes para o curso de Ciências Contábeis. REGS, Faculdade Eça de Queirós, nº 21, 2016.

TARDIF, M. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 3 Ed. Petrópolis, RJ, Vozes, 2007.

UNEMAT. Lei Complementar n° 320 de 30 de junho de 2008. Plano de Carreira dos Docentes da Educação Superior da Universidade do Estado de Mato Grosso. 2008. Disponível em: <http://www.unemat.br/reitoria/assoc/docs/legislacao/lei_complementar_320_2008.pdf>. Acesso em: 05 jul. 2017.

UNEMAT. Resolução n° 007/2016-CONEPE. Regula o acompanhamento das atividades nas Leis Complementares N° 320/2008 e N° 534/2014. 2016. Disponível em: <http://www.unemat.br/resolucoes/resolucoes/conepe/3481_res_conepe_7_2016.pdf>. Acesso em: 05 jul. 2017.

VASCONCELOS, Maria Lucia M. Carvalho. A formação do professor do ensino superior. Niterói: Intertexto; São Paulo: Xamã, 2009.

VOLPATO, Gildo. Profissionais Liberais Professores: aspectos da docência que se tornam referência na educação superior. Curitiba, Editora CRV. 2010.

YIN, Robert. K. Estudo de Caso – Planejamento e Métodos – 4ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2010.

Downloads

Publicado

28/08/2021

Como Citar

Ribeiro, T. R. C., & Bitencourt, L. P. (2021). A PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA DO BACHAREL DOCENTE NA GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Revista Da Faculdade De Educação, 35(1), 113–134. https://doi.org/10.30681/21787476.2021.35.113134

Edição

Seção

ARTIGO