As concepções e perspectivas de professores formadores do ensino superior na educação de jovens e adultos

Autores

  • Daniela Juda de Oliveira Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)

Palavras-chave:

EJA, Formação, Educação

Resumo

Este artigo tem como objetivo estabelecer quais as concepções e perspectivas, na Universidade do Estado de Mato Grosso, Campus de Sinop, em relação à formação docente, voltada à Educação de Jovens e Adultos. A pesquisa baseou-se nas perspectivas de Paulo Freire, que relata sobre a educação como prática social libertadora e igualitária. A metodologia adotada foi qualitativa com entrevistas semiestruturada com duas professoras do curso de Pedagogia, realizadas no primeiro trimestre de 2022. Conclui-se que a universidade tem uma boa formação docente, apesar da pouca carga horaria destinada à disciplina na EJA.

Biografia do Autor

Daniela Juda de Oliveira, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)

Graduanda em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Faculdade de Ciências Humanas e Linguagem (FACHLIN). Sinop, Mato Grosso Brasil.

Referências

FREIRE, Paulo. A Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981 .

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 24. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000 .

PIMENTA S. G.(org.) Saberes pedagógicos e atividades docentes. In: Pimenta, S G. formação de professores :identidade e saberes da docência. 2ª ed. São Paulo. Cortez, 1999.

TRIVINOS, Augusto Nibaldo Silva, 1928- Introdução á pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: atlas, 1987.

VERENA, Alberti. Manual de História Oral: a experiência no CPDOC. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1990.

Downloads

Publicado

30/06/2022