O processo de avaliação da aprendizagem na proposta da escola organizada por ciclos: estudo de caso no terceiro e quarto ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Nossa Senhora de Lourdes

Autores

  • Luciana Aparecida de Andrade Fenili Gazda
  • Edison Antônio de Souza

DOI:

https://doi.org/10.30681/reps.v2i1.8954

Resumo

O processo de avaliação da aprendizagem na Proposta da Escola Organizada por Ciclos tem como objetivo garantir a permanência dos alunos em sala de aula. Com o intuito de compreender os critérios de avaliação proposto pela educação em ciclos, o presente trabalho apresenta uma pesquisa empírica, mais precisamente, Estudo de Caso, desenvolvido na Escola Estadual Nossa Senhora de Lourdes, no município de Sinop-MT, em outubro de 2010. Participaram deste trabalho duas professoras regentes, sendo uma do terceiro e outra do quarto ano do Ensino Fundamental. Os dados foram coletados através de observações, entrevistas semi estruturadas, fotografias e fotocópias de documentos. Para fundamentar, recorremos às contribuições de alguns teóricos que discutem o processo de avaliação, dentre eles podemos destacar, Antônio Severino; Clariza Sousa; Cipriano Luckesi; Marli André; e Miguel Arroyo. O manual da Escola Ciclada de Mato Grosso, (novos tempos e espaços para ensinar – aprender a sentir), distribuído nas Escolas Estaduais pela Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), contribuiu para a explanação teórica da organização educacional por ciclos. A Lei 9394/96 Lei de Diretrizes de Base da Educação Nacional (LDB) e a Resolução 262/02 do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso (CEE/MT), também foram fontes fundamentais para a construção deste artigo. A pesquisa apresenta como resultado as dificuldades e a insegurança dos educadores junto aos critérios de avaliação apresentado pela proposta da Escola Organizada por Ciclos diante da realidade.

Palavras-chave:educação; escola organizada por ciclos; avaliação; estudo de caso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso. Estudo de Caso em Pesquisa e Avaliação Institucional. Brasília: Líder Livro Editora, 2005.

ARROYO, Miguel G. Imagens Quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. 3. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2004.

BRASIL. Presidência da República. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei n° 9.394/96. Brasília, 20 dez. 1996. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf>. Acesso em: 15 maio 2011.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da Aprendizagem Escolar. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MATO GROSSO. Resolução n. 262/02-CEE/MT. Estabelece as normas aplicáveis para a organização curricular por ciclos de formação no Ensino Fundamental e Médio do Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso. Cuiabá, 2002. Disponível em: <http://www.cee.mt.gov.br/producoes-do-cee/Bataru/bataru-eletronico-edicao-2008.pdf > Acesso em: 26 abr. 2011.

______ . Secretaria de Estado de educação. Escola Ciclada de Mato Grosso: novos tempos e espaços para ensinar – aprender a sentir, ser e fazer. 2. ed. Cuiabá: Seduc. 2001.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

SOUSA, Clariza Prado. Significado da Avaliação do Rendimento Escolar: uma pesquisa com especialistas da área. In: ______ (Org). Avaliação do Rendimento Escolar. São Paulo: Papirus, 2003.

ENTREVISTAS

JANE. Jane: nome fantasia. depoimento. [25 out. 2010]. Entrevistadora: Luciana Aparecida Andrade Fenili Gazda. Sinop, MT, 2010. mp4 (08 min 04 seg). Entrevista concedida para a Monografia sobre a Avaliação na Escola Organizada por Ciclos.

SILVIA. Silvia: nome fantasia. depoimento. [26 out. 2010]. Entrevistadora: Luciana Aparecida Andrade Fenili Gazda. Sinop, MT, 2010. mp4 (07 min 17 seg). Entrevista concedida para a Monografia sobre a Avaliação na Escola Organizada por Ciclos.

Downloads

Publicado

07-07-2011

Como Citar

Gazda, L. A. de A. F., & Souza, E. A. de. (2011). O processo de avaliação da aprendizagem na proposta da escola organizada por ciclos: estudo de caso no terceiro e quarto ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Nossa Senhora de Lourdes. Eventos Pedagógicos, 2(1), 190–199. https://doi.org/10.30681/reps.v2i1.8954

Edição

Seção

Seção Artigos