A Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS no ensino regular: os desafios do professor nos anos iniciais

Visualizações: 12

Autores

  • Andréia da Silva

DOI:

https://doi.org/10.30681/reps.v6i4.9736

Resumo

O presente texto aborda a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) no ensino regular, no intuito de analisar os desafios do professor nos anos iniciais. Para proceder a pesquisa, realizou-se um estudo de caso na Escola Jurandir Liberino de Mesquita, onde realizou-se entrevista com um aluno surdo matriculado no terceiro ano do Ensino fundamental, uma docente da sala de aula regular e dois docentes intérpretes da sala de recursos da referida instituição. Através da análise dos dados obtidos durante a pesquisa constatou-se que a instituição fornece material didático adequado e disponibiliza um intérprete para o aluno, o que possibilita sua inclusão em uma sala de aula regular.

Palavras-chave: Língua Brasileira de Sinais (Libras); ensino regular; intérprete de sinais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília, DF: UNESCO, 1994. Disponível em: <http://portalmec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf >. Acesso em: 18 set. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Legislação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Lei 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Casa Civil: subchefia para assuntos jurídicos, Brasília, DF, 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em: 17 set. 2013. p. única.

______ . Ministério da Educação. Resolução CNE/CEB Nº 2, de 11 de Fevereiro de 2001. Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, DF, 2001. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/txt/res2.txt>. Acesso em: 12 out. 2013.

CARDOSO, Marilene da Silva. Aspectos Históricos da Educação Especial: da Exclusão a Inclusão – Uma longa caminhada. In: STOBAUS, Claus Dieter; MOSQUERA, Juan José Mourino (Orgs). Educação Especial: em direção à Educação Inclusiva. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

FONSECA, J. J. S. Apostila de metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Disponível em: < http://www.ia.ufrrj.br/ppgea/conteudo/conteudo-2012-1/1SF/Sandra/apostilaMetodologia.pdf >. Acesso em: 02 maio 2015.

HONORA, M; FRIZANCO, M. L. E.; SARUTA, F. B. da S. Livro ilustrado de Língua de Brasileira de Sinais: desenvolvendo a comunicação usada pelas pessoas com surdez. São Paulo: Ciranda Cultural, 2009.

MATTOS, L. C. As implicações da surdez no processo de escolarização da pessoa surda. Revista Espaço-Informativo do INES, Rio de Janeiro, n. 15, p. 15-21, 2001.

PROFESSORA 1. Professora 1: depoimento. [10 de mar. 2014]. Entrevistadora: Andréia da Silva. Sinop, MT, 2014. 1 questionário transcrito para o Trabalho de Conclusão de Curso intitulado A Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS no ensino regular: os desafios do professor nos anos iniciais.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

RINALDI. Giuseppe et al. Educação especial: deficiência auditiva. Ministério da Educação e Desporto, Secretaria de Educação Especial. Brasília, SP: SEESP, 1997. V. I. (Série Atualidades Pedagógicas, n° 4). Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/educacao_surdos.pdf>. Acesso em: 22 mar. 2014.

VIEIRA, Jonas Levy. Convivendo com a surdez. Fundação Vanzolini - USP. Curso de especialização em gestão de projetos - CEGP. São Paulo: Nova Página. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/0B1vxs25IyMxxYjNhMDY5NmQtNDgyMC00YjkwLWFkZTAtYWU1ZmQzMmFlNTg2/view?hl=pt_BR&pli=1 >. Acesso em: 04 abr. 2015.

Downloads

Publicado

11-11-2015

Como Citar

Silva, A. da. (2015). A Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS no ensino regular: os desafios do professor nos anos iniciais. Eventos Pedagógicos, 6(4), 44–54. https://doi.org/10.30681/reps.v6i4.9736